Serviços

 

passagens_aereas

 

 

nacionais

 

 

61851ebb980c4b2fa40c152f90b77d1c (Copy)

3bb2ca7d1f031821d248baf3a518549fb884fa6b41249c82f1615eb295410785 (Copy) 9d2905f5f1e49b6284a1348251cc2038 (Copy) 49551919a3d01547404b9fa50e3210ff (Copy)35de621c092b599e5547d47240dbed6d (Copy)

 

 

 

inter

fbff8c39a5511cd505e3a034f2be17a5 (Copy)f43a5bbdc954b1653689a8b481f89dd6 (Copy) e33823369de36a6496722ebe32028604 (Copy) e26feee41213a3f72a5b4f5119403e8e (Copy) e03c5a98fb9bb9570d5c466855c7f48f (Copy) dbb98bdd0d302cac8668c4d65732813f (Copy) ba6f731c2d7a226c4778a6638e3c6fb4 (Copy) b7c03fe54e6575cf158ddfce948a24c1 (Copy) a4be6de0d55cbf22284084f41936a946 (Copy) 101665927611a82ce3baa31bd3107476 (Copy) 49551919a3d01547404b9fa50e3210ff (Copy)14934914ac2325bfab30b5393b7bf5e4 (Copy) 812383f68a114691be814ecee6857949 (Copy) 85474e9790cf2f79b9af4db34113e3e8 (Copy)
7349fd9b8c1769a71a40b9bc85cab3cc (Copy) 6301fec62e62c1d4488a1daf2efc7b12 (Copy) 830decb445e5a35f432de58a337094d2 (Copy) 625f2b3e78e0c9685fba159b16738ca7 (Copy) 511c3f0619f9b64c93c33530a2c6f94d (Copy) 285c8b4a2ee4f360a64c231480c18268 (Copy) 237f95fded8f8ada48c9eac09661f0e8 (Copy) 176e20521c40b29a9a77efb0b155a633 (Copy)95ebf8f637e6aba242cfc44d11c14d5f (Copy) 72cbc22fba35c0e8bb8ed86b3eecca35 (Copy) 71b149df5b003b7afa520600f96d5965 (Copy) 55db1aad3b41433ff14970b4f34873ff (Copy) 47fef664c45f051bbc1ffa5fe7b4068a (Copy)
16e8c4a9ef9b5c85c6c1052f1b7a0810 (Copy)
9a05e183436c200d62159516275cb8e1 (Copy) 8f8bfee2bd56d601b4ce4bd7939b64d9 (Copy) 8eafffe6e9fa8cf452a3276f73035262 (Copy) 6b2c3f82f22e2a7099eecf4c5514f016 (Copy) 5ddbe92aa8b37a90eee674f9f3e10b47 (Copy)5b64a41654baeda223e6535a7e4f6787 (Copy) 4d3b0a326ac8d0d654dd760dd5489255 (Copy) 3c0e571efe3a9bf5c98b953385347d79 (Copy) 3baee62fa065b8a83d3ae3608b0b7eb3 (Copy) 1b807c63822f26e9104a954187ac0033 (Copy) 1a4525019c2932b74d1cfd3fa27458d8 (Copy)

 

3bb2ca7d1f031821d248baf3a51854b9f 3bb2ca7d1f031821d248baf3a518549f

 

 


 

reserva_de_hospedagem

 

 

02 (Copy) 239_logo (Copy) accor-hotels-logo (Copy) best-western-phuket-ocean-resort-phuket-hotel-logo (Copy) Bourbon (Copy) brand (Copy) bristol_logo_jan (Copy) caesar_park_logo_novo (Copy) clubmed (Copy) copacabana_palace-logo (Copy) h1182 (Copy) Iberostar (Copy) image_gallery (Copy) logo_hoteis_othon (Copy) logo_sheratonrio (Copy) Marriot (Copy) resorts_costa_sauipe_logo (Copy) resorts_nannai_logo (Copy) ritz (Copy) sol-melia (Copy)

 

 

 

 


 

excursoes

 

 

bahiabella (Copy) Brisa Sol (Copy) europamundo (Copy) logo_sao_jose_viagens (Copy) logo-abreu (Copy)

 

 


 

cruzeiros_maritimos

 

 

LogoTipo_MSC (Copy) logo_costa_cruzeiros (Copy) cruzeiros_logo_cvc (Copy) 1236619706_logo (Copy)logo-royal (Copy)kkk vvv

 


 

veiculos

 

 

01 (Copy) 02 (Copy) 03 (Copy) 04 (Copy) 05 (Copy) 06 (Copy) 07 (Copy) 08 (Copy) avis (Copy)

 

 


 

pacotes

 

 

A Conhecer Turismo lhe oferece os melhores preços e localização conforme as sua necessidades em eventos, congresso, convenções ou feiras Solicite uma cotaçao aos nossos consultores. Será um prazer atendê-lo!


 

viagens_personalizadas

 

 

Da viagem mais simples aos roteiros mais elaborados a Conhecer Turismo lhe oferece um atendimento personalizado e altamente especializado.
Nosso foco é entender exatamente quais são as suas expectativas ou necessidades de viagem e lhe assessorar na elaboração do melhor roteiro para sua viagem.
Na Conhecer Turismo você escolhe onde, quando e como.
– Reservas de hotéis;
– Passagens aéreas ou de trem;
– Aluguel de carros;
– Seguros de viagens;
– Consultoria especial na elaboração do roteiro;
– Sugestão de passeios em cada destino.
Faça uma viagem com a sua cara e do jeito que você sempre sonhou.
Solicite a viagem com seu perfil aos nossos consultores. Será um prazer atendê-lo!


 

vistos

travelagentO que é Visto Consular?

Um visto é um documento emitido por um país, dando a um certo indivíduo permissão para entrar no país por um certo período de tempo e para certas finalidades. Para entrada em muitos países, é necessário passaporte com um visto válido. Os vistos são geralmente carimbados ou anexados ao passaporte.
Entrar em um país sem um visto válido ou isenção válida ou realizar atividades não cobertas por um visto (por exemplo, trabalhar com um visto de turismo), resulta na transformação do indivíduo num imigrante ilegal, geralmente sujeito à deportação ao seu país natal, atividade que é muito comum principalmente nos Estados Unidos e Europa.

Tipos de vistos

Os tipos mais comuns de vistos são:

Visto de Trânsito – geralmente válido por três dias ou menos, para passar por um país rumo a uma terceira localidade;
Visto de Turista – para um período limitado de viagem a lazer, sem atividades de negócios permitidas.
Visto de Negócios – para envolvimento em comércio no país, geralmente com duração maior e de mais fácil renovação do que um visto de turismo;
Visto de Estudante – que permite ao seu dono estudar em alguma instituição do país;
Visto Diplomático – que confere à viagem status oficial e normalmente só está disponível para portadores de passaportes diplomáticos;
Visto de Jornalista – que requer que pessoas nesta ocupação obtenham um visto ao viajar para suas respectivas organizações de notícias. Alguns países que exigem esse visto específico: Cuba, os Estados Unidos, o Irã, a Coréia do Norte, a Arábia Saudita e o Zimbabwe.
Visto de Noivo(a) – dado por um tempo limitado antes da data de casamento baseada em relacionamento com um (a) futuro (a) companheiro (a) do país de destino (por exemplo, um brasileiro que deseja casar-se com uma italiana, ou um americano que deseja casar-se com uma brasileira).

Documentação necessária para visto
Estados Unidos, México, Canadá, Japão, China, Índia, Itália, Inglaterra, Espanha, alguns países da Europa Oriental, Portugal etc são alguns exemplos de países que só permitem a entrada de estrangeiros que estejam de posse de passaporte e um visto válido.
Cada país tem um procedimento próprio para liberação do visto. Em nosso site você encontra um banco de dados completo e atualizado com uma lista de todas as exigências para concessão de vistos de todos os países que possuem representação no Brasil. Nessa área também é possível obter os dados das Embaixadas Brasileiras e Embaixadas Estrangeiras de cada país.
A equipe da Conhecer Turismo faz agendamento de entrevista nos Consulados Você pode acompanhar o agendamento de sua entrevista no Consulado Americano diretamente em nosso site.

O TRATADO DE SCHENGEN
O Tratado de Schengen deixa claro que Brasileiros com passaporte válido podem visitar a Europa por até 90 dias, para turismo sem precisar tirar um visto. Essa permissão pode se estendida por mais 90 dias.
Mas o que é o tratado de Shengen?
O Acordo de Schengen é uma convenção entre países europeus sobre uma política de imigração comum e controle compartilhado de fronteiras. São 23 nações da União Europeia (exceto Irlanda e Reino Unido) mais outros três países europeus não-membros da União Europeia, Islândia, Noruega e Suíça. Postos de fronteira foram abolidos entre países firmatários e foi criado um visto Schengen comum que dá acesso a toda área. Todavia, o tratado não aborda permissões de trabalho ou residência para cidadãos não-europeus.
O acordo foi originalmente assinado em 14 de junho de 1985 por cinco países (Bélgica, França, Alemanha, Luxemburgo e Países Baixos). A firma do tratado ocorreu a bordo do barco Princesse Marie-Astrid no rio Mosela, próximo a Schengen, um pequeno vilarejo do Luxemburgo na fronteira com França e Alemanha.
Seu objetivo era abolir postos fronteiriços dentro da área Schengen (chamada tambêm de Schengenlândia) e harmonizar controles de fronteiras externos. Posteriormente, foram aderindo outros países, levando o total de membros ao número de vinte e seis.
O acordo assinado em 1985 estabeleceu os passos a seguir para criar a área Schengen. Um documento adicional chamado Convenção de Schengen foi criado para pôr o tratado de Schengen em prática. Este segundo documento substituiu o primeiro e foi assinado por cada país nas seguinte ordem:

o 14 de junho de 1985 – Bélgica, França, Alemanha, Luxemburgo e Países Baixos
o 27 de novembro de 1990 – Itália
o 25 de junho de 1992 – Portugal e Espanha
o 6 de novembro de 1992 – Grécia
o 28 de abril de 1995 – Áustria
o 19 de dezembro de 1996 – Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia
o 1 de maio de 2004 – Chipre, República Checa, Estônia, Hungria, Letônia, Lituânia, Malta, Polônia, Eslováquia, Eslovênia (ainda não implementado)
o 16 de outubro de 2004 – Suíça (ratificado por referendo em 5 de junho de 2005)
Então amigos resumindo, os países abaixo não precisão de visto caso a permanência seja de apenas 90 dias
Os países que compreendem o Tratado de Schengem são:
Bélgica, França, Alemanha, Luxemburgo, Países Baixos, Itália, Portugal, Espanha, Grécia, Áustria, Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega, Suécia, Chipre, República Checa, Estônia, Letônia, Lituânia, Hungria, Malta, Polônia, Eslováquia e Eslovênia.
Enclaves como o Vaticano e Mônaco não fazem parte do tratado legalmente mas eles na prática aceitam turistas da mesma forma só com passaporte e sem visto por até 90 dias.
Mas cuidado…isso não garante sua entrada, vai depender muito do caso, alguns lugares nem solicitam nada em outros exigem algumas documentações como Holerite (comprovante de renda), quantia em dinheiro que está levando, comprovantes do hotel onde vai ficar…e ainda sim mesmo apresentado tudo você corre o risco de não ser aceito no país…veja o vídeo abaixo e entenderá um pouco mais.
Fonte: wikipedia.


 

seguros de viagem

 

 

Seguro-viagem garante assistência médica no exterior Alguns países exigem que o viajante possua um seguro saúde para a concessão de visto de entrada.

Antes de embarcar para qualquer viagem internacional seja ela para turismo, educação, estágio, trabalho ou permanência por tempo determinado, é fundamental que seja feito um seguro de viagem para garantir a segurança e comodidade de sua ida ao exterior. O seguro-viagem proporciona assistência médica em caso de enfermidade ou acidente, cobertura de gastos com medicamentos e serviços odontológicos, indenização suplementar à da companhia aérea por perda de bagagem, ajuda em caso de perda de documentos, serviços de localização e identificação de bagagens, auxílio em problemas jurídicos e até traslados do corpo, em caso de morte.
Para a maior comodidade dos viajantes, algumas empresas responsáveis pelo embarque dos passageiros ao exterior trabalham com uma seguradora específica, parceira de seus planos de viagem. Porém, na hora de decidir, dê preferência àqueles que ofereçam atendimento em português – além da dificuldade de você mesmo explicar, em outro idioma, o que está sentindo, isto diminui muito as chances de você entender errado o diagnóstico e a prescrição médica. Veja alguns exemplos a seguir:

assistcard (Copy) gta01 (Copy) isis (Copy) mic_seguro_viagem (Copy) SEGURVIAJE (Copy) TOURISTCARD (Copy) travel (Copy) vitalcard (Copy)

 

 

A isenção de visto não exime os turistas brasileiros de algumas formalidades de entrada em vários países europeus. A Conhecer  Turismo, procurando atender as exigências dos países do Tratado Schengen, coloca a disposição dos passageiros, todas as informações e seguros de viagem para atender seus clientes em visita a Europa.
A Comissão Européia de Turismo (CET) é uma organização sem fins lucrativos com sede em Bruxelas, na Bélgica. Fundada em 1948, a CET reúne 33 países com um objetivo em comum: promover a Europa e seus destinos turísticos por todo o mundo. Hoje, o grupo operacional da CET para a América Latina, tem nove Países integrantes – Alemanha, Espanha, França, Grã-Bretanha, Irlanda, Itália, Polônia, Portugal e Suíça.
Como é do conhecimento geral, os cidadãos brasileiros não necessitam de visto para entrar em qualquer um dos Países Europeus integrantes do espaço Schengen, quando estiverem se deslocando a turismo e por no máximo 90 dias. Os Países integrantes do Espaço Schengen são a Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Itália, Islândia, Luxemburgo, Noruega, Países Baixos, Portugal e Suécia.
A isenção de visto não exime os turistas brasileiros do cumprimento de algumas formalidades de entrada no espaço Schengen, a saber:
Passaporte com validade superior a 6 meses;
Bilhete de viagem aérea (ida e volta) com permanência máxima de 90 dias;
Comprovante de alojamento; *
Seguro de saúde; *
Comprovante de meios financeiros para manter-se durante a estada*
* Esta obrigatoriedade varia de País para País.
Fica a critério das autoridades fronteiriças de cada País a exigência do cumprimento destas formalidades. Aos estrangeiros que não cumprem os requisitos acima referidos, pode ser recusada/ dificultada a entrada no espaço Schengen.
Embora as regras base acima mencionadas sejam comuns a todos os Países integrantes do espaço Schengen, as regras de obrigatoriedade do seguro de saúde e do comprovante de meios financeiros varia de País para País.

ALEMANHA
Seguro de saúde: Caso seja solicitado pelas autoridades fronteiriças da Alemanha, os cidadãos brasileiros deverão apresentar um seguro de saúde com cobertura mínima de 30,000 euros. Este seguro pode ser adquirido no Brasil ou nos aeroportos da Alemanha.

Comprovante de meios financeiros: Para entrar na Alemanha, o turista brasileiro tem que comprovar possuir 50 euros por dia (dinheiro, “Travelers cheques” ou cartões de crédito internacionalmente aceitos).

ESPANHA
Seguro de saúde: A Espanha não exige seguro de saúde. Caso o cidadão brasileiro seja beneficiário do INSS, não necessita de seguro de saúde para viajar a Espanha.
Existe um acordo bilateral de assistência médica que assegura o sistema de saúde aos cidadãos de ambos os Países. No entanto, para usufruir deste beneficio, o cidadão brasileiro deve dirigir-se a um escritório do INSS local e solicitar uma declaração a dizer que é beneficiário do INSS, indicando o período de permanência em Espanha.

Comprovante de meios financeiros: Para entrar em Espanha, o cidadão brasileiro tem que comprovar possuir:
300 Euros por cada entrada no País (em dinheiro ou “Travelers cheques”, mais;
50 Euros por dia de permanência (em dinheiro ou “travelers cheques”).

FRANÇA
Seguro de saúde: Os cidadãos brasileiros deverão apresentar um seguro de saúde com cobertura mínima de 30,000 Euros.
Comprovante de meios financeiros: Para entrar na França, o turista tem que comprovar possuir 50 Euros por dia (dinheiro, “travelers Cheques”, ou cartões de crédito internacionalmente aceitos).
Este montante poderá descer para 35 Euros/dia, caso seja apresentado termo de responsabilidade (atestado de acolhimento) emitido por um cidadão francês ou por estrangeiro habilitado com titulo de residência.

ITÁLIA
Seguro de saúde: Não é obrigatório – Existe um acordo bilateral de assistência médica que assegura o sistema de saúde aos cidadãos de ambos os Países.
No entanto, para usufruir deste beneficio, o cidadão brasileiro deve dirigir-se a um escritório do INSS local e solicitar uma declaração a dizer que é beneficiário do INSS, indicando o período de permanência em Itália.
Comprovante de meios financeiros: Para entrar em Itália, o cidadão brasileiro tem que comprovar possuir as seguintes quantias:
Duração Viagem Montante
De 1 a 5 dias Eur 269,60 (montante fixo)
De 6 a 10 dias Eur 44,93 por dia
De 11 a 20 dias Eur 51,64 (montante fixo) mais Eur 36,67 por dia
Mais de 20 dias Eur 206,58 (montante fixo) mais Eur 27,89 por dia

PORTUGAL
Seguro de Saúde: Não existe limite de cobertura pré-definido para o valor do seguro de saúde a apresentar em Portugal.
Os cidadãos brasileiros ou dependentes se inscritos no INSS não necessitam de seguro de saúde – Um acordo bilateral assegura o atendimento na rede pública em Portugal.
Para usufruir deste beneficio, antes da viagem, os interessados deverão procurar o Ministério da Saúde Brasileiro (em São Paulo é na Av. Nove de Julho 611 – 2º andar- Cj 202 Tel: (11) 32412197 munidos de cópias e originais dos seguintes documentos:

Todas as pessoas deverão apresentar:
Passaporte (3 páginas iniciais)
RG Identidade
Passagem Aérea
Comprovante de residência

Mais comprovante de comprovante inscrição INSS (ex. Empregados deverão apresentar carteira de trabalho e n° de inscrição no INSS, Autônomos deverão apresentar as três últimas contribuições do Camet, Aposentados deverão apresentar o último extrato do INSS, etc).

Em Portugal, caso necessite, o turista deverá providenciar a carteirinha para atendimento em qualquer serviço público de saúde no Depto. de Relações Internacionais e Segurança Social (Em Lisboa fica situado na Rua Junqueira, 112) levando a documentação emitida no Brasil, o passaporte e duas fotos 3×4.

Comprovante de meios financeiros: Para entrar em Portugal, o cidadão brasileiro tem que comprovar possuir.

1) 75 Euros por cada entrada no país, e mais
2) 40 Euros por dia de permanência.

Nota – Estes montantes (em dinheiro, “Travelers cheques” ou cartões de crédito internacionalmente aceitos) poderão ser dispensados, caso seja apresentado termo de responsabilidade emitido por um cidadão português ou por estrangeiro habilitado com título de residência, autorização de permanência, visto de trabalho, estudo, estada temporária, válidos, que garanta a alimentação e o alojamento do interessado durante a sua estada, sem prejuízo da possibilidade de recurso a outros meios de prova.

DEMAIS PAÍSES EUROPEUS
Para todos os outros Países europeus que não integram o espaço Schengen, o turista deverá consultar os consulados de cada País para confirmar quais as formalidades de entrada.

Nota Final: Esta informação foi fornecida por cada uma das Embaixadas ou Consulados Gerais em São Paulo em Fevereiro de 2009. Em caso de dúvida, procura os agentes de viagem.