Dicionário do Turismês

Dicionário do Turismês

Entenda o que estão lhe dizendo!

O meio turístico tem um vocabulário muito peculiar e a maioria das expressões são em inglês, língua oficial do turismo.
Se você também não entende a conversa entre seu agente de viagens, o atendente da companhia aérea, a recepcionista do hotel e demais prestadores de serviços do setor, este guia rápido e fácil pode lhe ser muito útil para o entendimento dos termos técnicos mais usados no mundo do turismo.

A

A compartir – Termo utilizado para indicar que um passageiro viaja sozinho e estará compartilhando o quarto com outro passageiro. Accompanied baggage – Bagagem transportada na mesma aeronave que o passageiro, podendo ser arrolada (quando transportada no compartimento de carga da aeronave, estando sob responsabilidade da cia aérea) e nao arrolada (quando transportada pelo passageiro na cabine da aeronave, ficando sob responsabilidade do próprio).

ADT – Passageiro Adulto
Albergue – Departamento da Receita Federal encarregado de vistoriar bagagens e mercadorias em trânsito.
Alfândega – Departamento da Receita Federal encarregado de vistoriar bagagens e mercadorias em trânsito.
All inclusive – Determina, normalmente em hotéis, o sistema no qual todas as despesas (como refeiçoes, bebidas alcoólicas e até gorjetas) estao incluídas no valor da diária paga pelo hóspede.
All suites – Hotel que só tem suítes, ou seja, quartos em que há sempre uma sala anexa.
Alta temporada – É a época de maior demanda para viagens: férias de verão e de inverno e festas de final de ano.
Airpass – Passe aéreo vendido pelas companhias para vôos regionais no exterior. Pode ser comprado nas agencias de viagens do país com tarifas especiais (mais baratas) para estrangeiros.
Air show – Informações sobre o voo que aparecem na tela de vídeo do avião, como por exemplo, a distância e duraçao.
Arrival – Chegada (destino)

B

Ball room – Salão de baile, festas, eventos, congressos.
Bed & Breakfast – Normalmente é usado para identificar hospedagem econômica com cama e café da manha.
Bell boy – Mensageiro do hotel.

Bilhete conjugado – Bilhete complementar utilizado para cobrir trecho do roteiro.
Block Off – Bloqueio de determinado número de assentos, em vôos regulares, para uso exclusivo.

Bloqueio/Allotment – Número de assentos, em Cia Aérea, ou apartamentos, em hotéis, reservados para utilização por parte da operadora, desde que reportados dentro de um prazo determinado antecipadamente, de comum acordo entre estas empresas.
Boarding pass – Cartão de embarque – Documento entregue pela companhia aérea, contendo os principais dados da passagem, como destino, nome do passageiro, poltrona e número do voo. Deve ser apresentado nos acessos do embarque a aeronave.

Breakfast – Café da manha.

Brunch – Café da manha reforçado, que inclui pratos quentes e começa a ser servido em geral a partir das 11:00 h.

Budget – Tipo de hotel econômico encontrado no exterior.
Business Class – Chamada também de classe executiva e fica entre a econômica e a primeira classe.
By Night: – É o passeio noturno, que geralmente inclui ingresso a casas de shows ou visita a pontos turísticos.

C

Cabana/challet – Apartamento em separado do corpo principal do hotel

Cabine – Acomodação em navio, que pode ser interna (sem escotilhas ou janelas) ou externa (com escotilhas ou terraços).

Café continental – Café básico, com pães ou torradas e leite.

Carry on – Bagagem de mão permitida a bordo de aviões, com peso máximo de cinco quilos por passageiro. A soma do comprimento, altura e largura tem limite de 115 centímetros.
Charter – Voo fretado, com saída única e pré-determinada, mais barato que o regular, mas também com várias limitaçoes. O pax nao pode, por exemplo, remarcar datas da viagem ou ter o bilhete endossado por outra Cia..
Cash – Pagamento a vista em dinheiro.
Check-in – Procedimento de embarque em um voo ou na entrada de um hotel.
Check-out – Procedimento feito quando se deixa um hotel.
Check room – Verificação do apartamento (frigobar) realizada pelo hotel no check-out.
CHD – Abreviaçao de child (criança). Normalmente usado para identificar passageiros entre 2 e 11 anos.
City Tour/Sightseeing – Passeio turístico por uma cidade, geralmente a bordo de ônibus/micro-ônibus, com guia local.

Code-sharing – É o voo compartilhado, entre duas ou mais companhias aéreas. Pelo acordo, passageiros que adquiriram passagem aérea de uma determinada empresa, podem embarcar no voo de outra. Uma Companhia cede assentos para a outra conveniada acomodar seus passageiros.

Collect call – Ligações telefônicas a cobrar no local de destino. Existe um serviço da Embratel chamado Brasil Direto, com atendimento em português.

Conciergerie – No hotel, a conciergerie, normalmente está localizada ao lado da recepção e presta serviços de informações sobre assuntos diversos (passeios, gastronomia, transporte, etc), que não se refiram a hospedagem.

Conexão – Designa que há a necessidade de troca de aeronave para o prosseguimento se viagem até o destino final.
CSL – Abreviatura usada para acomodação de casal na hotelaria.
D

Day rate – Percentual de diária cobrado dos hóspedes que ficam no hotel após ter-se encerrado a diária. Comumente o valor é correspondente a 50% da diária.

Day use – Direito de usar um quarto de hotel durante o dia, sem pernoite. Útil quando um passageiro faz conexao em uma cidade e tem que esperar muitas horas pelo voo seguinte.
Data porta – Instalação oferecida nos apartamentos dos hotéis com entrada para laptop.

Deck – Refere-se ao andar do navio.

Dead line/Prazo final – Prazo para reconfirmação e/ou pagamento de serviços contratados.

Departure – Partida (origem).

Deposit reservation – Depósito correspondente a uma diária que garante a reserva. Caso o hóspede nao compareça perde o direito a restituiçao.
Detax – Reembolso dos impostos locais em compras no exterior. Deve ser pedido na hora do embarque de volta para o Brasil, no balcao do aeroporto, apresentando-se notas fiscais.

Dólar-turismo – Cotação usada para cálculo de preços da parte terrestre de um pacote turístico, e para compra de moeda pelo turista.

Double (DBL) – Apartamento para duas pessoas.
Downgrade – É quando o passageiro recebe um serviço inferior ao que foi contratado, seja em hotel, ou cias aéreas. Voce pode até ser ressarcido depois, mas o constrangimento, já vai ter acontecido.

Duty-free shop – Lojas onde não é cobrado o imposto governamental e, portanto, os produtos importados sao mais baratos.

E

Early check-in – Entrada de hóspede ao hotel em horário anterior ao regular, 12h (é o de praxe, mas existem exceçoes). É uma tolerância que pode ou nao ser concedida, quando há disponibilidade, sem cobrança de ônus ao hóspede.

Endorsement (ND) – Característica de bilhete aéreo que permite ao passageiro voar o mesmo trecho em outra Cia aérea.

English breakfast – Café completo, com sucos, cereais, ovos, frutas, etc.

Escala – Parada intermediária entre origem e destino sem troca de equipamento.
E-ticketBilhete eletrônico que vem sendo usado pelas companhias aéreas em substituição ao bilhete tradicional.

Eurailpass – Passes ferroviários para a Europa com tarifas especiais para estrangeiros vendidos no Brasil.

Excesso de bagagem – Peso excedente ao limite de franquia estipulado pela Cia aérea.

Exchange (câmbio) – Operação de conversão de valores expressos em moeda de um país pelo equivalente em moeda do outro.

F

Fap/Pensao Completa/Full-Board – Diária de hotel que inclui três refeiçoes (café da manha, almoço e jantar – normalmente sem bebidas).
Fitness Center/Health Club – Na hotelaria, é um complexo que pode agrupar vários serviços: sala de ginástica, sauna, massagem, piscina, salão de beleza.
Forfait – É o serviço que chamamos em nosso site de “viagem sob medida”, um roteiro de viagem feito para atender a necessidade específica do passageiro. O sinônimo é “taylor made” ou feito sob medida.
Free Shop – Lojas livres de impostos nos aeroportos. No exterior são chamadas de Duty-free
Fretamento/Charter – Voo realizado em uma aeronave fretada, com tarifas mais econômicas que as praticadas no mercado e com regras pré-estabelecidas quanto a duração, data de saída/regresso e destino, entre outras.
Full Fare – Tarifa publicada, sem descontos. Na hotelaria, é a “balcão” (aquela afixada na recepção). Na Cia. Aérea, é a tarifa “cheia”.

G

Gym – Ginásio, ou workout room, que é a sala de malhação.

H

Htl – Hotel

I

Inf – de “infant” – Bebes até 2 anos

J

Jet Leg – Estresse físico e psicológico que um passageiro sente devido a mudanças de fusos horários e a viagem mais longas. Desajuste do relógio biológico.

K

King size bed – Cama de casal do tamanho de três camas de solteiro. O padrão americano é 2m por 2m.

L

Late check-out – Saída do hóspede do apartamento após o horário padrão, 12h (é o de praxe, mas existem exceções). É uma tolerância que pode ou não ser concedida, quando há disponibilidade, sem cobrança de ônus ao hóspede.

Lift – Teleférico, meio de elevação. As chairlifts são cadeirinhas individuais que levam esquiadores ao topo das montanhas.

Lista de espera/Wait list – Diz-se daquela solicitação de serviço ( reserva de viagem, bilhete aéreo, etc) pendente de confirmação.
Localizador – Código que identifica uma reserva na aviação.
Lodging House/ Youth Hostel – Albergue.

Lounge – No exterior, é o que chamamos de sala vip nos aeroportos brasileiros. Nos hotéis pode ser sala de estar e bar.

M

Maleiro/Bagageiro – Compartimento destinado para carga.
Maleteiro/Mensageiro – Encarregado das malas no hotel.
Map/Meia-pensão/Half-Board – Diária de hotel que inclui duas refeiçoes (café da manha e almoço ou jantar – normalmente sem bebidas)
Milhagem – Sistema utilizado pelas companhias aéreas para premiar os passageiros mais frequentes.

N

NCO – Crédito que a Cia. aérea dá ao passageiro em função do cancelamento de uma viagem.
Non stop – Voo sem nenhuma parada, nem mesmo escala técnica.
No show – Indica o não comparecimento (sem prévio cancelamento) do passageiro no dia e horário marcado, para utilização de um serviço adquirido (mais usado para embarque em Cia aérea e hospedagem).

O

Outlet – Ponta de fábrica. Lojas que vendem a “preço de fábrica”. Também sao chamadas de Factory outlet ou outlet mall.

Overbooking – Comercialização de bilhetes aéreos ou apartamentos em número acima dos disponíveis para ocupação.

P

Pacote – Preço final de uma viagem que inclui hotel, avião, passeios e traslados.

Pax – Abreviação de passageiro.
Perna – Passagem só de ida.
Ponto a ponto – Tarifa promocional para o exterior, em que o passageiro tem restriçoes. As datas sao previamente marcadas (cobra-se multa ao alterá-las) e há tempo estipulado para ficar no destino.

Pool – Exploração conjunta de um determinado serviço.

Popa – Parte dianteira do navio.

Protect bag – Proteção de Bagagem
PTA – De Prepaid Ticket Advice. Aviso de passagem pré-paga. O pagamento é feito a distância e o passageiro retira o bilhete no aeroporto, apresentando um documento.
Person to person – A ligação telefônica só é efetuada se atender a pessoa solicitada.

Pitch – O espaço entre as poltronas de um avião.

Preservative – Conservante de geleias e enlatados.
Pensao completa/FAP/Full-Board – Diária de hotel que inclui três refeiçoes (café da manha, almoço e jantar – normalmente sem bebidas).
Pouso técnico – Parada inesperada do avião. Os motivos podem ser diversos, tais como, para reabastecimento, alguma pane elétrica, hidráulica, mecânica ou alguma falha mais grave.

Q

Quádruplo (QDP) – Apartamentos para quatro pessoas.
Queen size bed – Cama de casal pequena (de viúvo). O padrão americano é 2m por 1,20m.

R

Receptivo – É a agencia credenciada pela empresa operadora da viagem para receber os passageiros nos destinos e realizar os passeios e serviços incluídos na programação.
Rent – Termo que designa aluguel.
Rooming-list – Lista de distribuição de um grupo pelos apartamentos já reservados em um hotel.
Room service – Serviço de quarto solicitado a copa do hotel.
Roteiro cartográfico – Trajeto a ser seguido durante uma excursão rodoviária ou um city-tour.

S

Seguro-viagem – Seguro vendido no Brasil para cobertura de eventuais emergências (médicas, jurídicas.) no exterior.

Sightseeing – Visita aos pontos turísticos da cidade. City-tour

Single (SGL) – Apartamento para uma pessoa.

Stand by – Situaçao do passageiro que aguarda resposta sobre algum serviço solicitado (confirmação de passagem aérea, viagem, hotel, trem, etc.).
Standard (STD) – Categoria de apartamento padrão na hotelaria.

Status – Situação de reserva.

Sticker – Trata-se de um adesivo especial emitido pela Cia aérea, destinado a marcar ou alterar uma reserva em bilhete já emitido. Só tem validade quando protocolado pela própria Cia.

Suite – Categoria de apartamento na hotelaria, que inclui: sala, banheiro e quarto.

Surface – Trecho rodoviário percorrido pelo passageiro.
Sky-In/Out – Diz-se de hotel de montanha onde o hóspede pode sair/chegar esquiando. Trilha de esqui que liga o hotel diretamente as pistas regulares

T

Take-Off – Decolagem.
Tarifa-balcao – Preço original sem a utilização de desconto em hotéis.
Tax – Taxa (imposto devido sobre qualquer serviço turístico).
Ticket (TKT) – Bilhete de passagem.

Toll free – Chamada telefônica gratuita.

Tour -conductor – Guia acompanhante.
Trade – Conjunto de órgãos e associados ligados a atividade turística.
Transfer/Traslado (TRF) – Traslado (transporte) de passageiros entre aeroportos e portos aos hotéis e vice-versa.

Transfer- in – Traslado do passageiro do aeroporto ao hotel.

Transfer- out – Traslado do passageiro do hotel ao aeroporto.

Traveller’s check – Cheque de viagem que pode ser comprado em qualquer casa de câmbio do país, mediante apresentaçao de passaporte e passagem aérea. É aceito na maioria das lojas, hotéis e restaurantes do mundo.

U

Upgrade – Transferência de uma classe para outra superior sem pagamento de taxa adicional. Melhoria na acomodaçao, uma cortesia, como passar da classe econômica para a executiva. Serviço oferecido como “cortesia”, por hotéis, navios, Cia. aéreas, onde o passageiro usufrui um serviço superior ao que foi adquirido.

V

Valet – Mordomo que atende andares executivos (hotelaria). Funcionário que atende os quartos.

Valet Parking – Estacionamento com manobrista.

VIP – Passageiro com atendimento diferenciado ou sala de espera especial em aeroportos;
Visto (Visa) – Autorização fornecida pela embaixada ou consulado para a entrada e permanência no país.
Void – Termo usado para invalidar espaços nao utilizados em bilhete aéreo.
Voucher – Ordem de serviço turístico emitido pela agencia operadora ou sua representante legal. Comprovante de reserva e pagamento antecipado de passagem, estadia ou aluguel de veículo. É o documento entregue ao passageiro com todas as especificações dos serviços turísticos adquiridos. Ele pressupõe a confirmação dos serviços descriminados. Cartão que contém todas as informações e especificações da viagem emitido pela operadora ou agencia de viagem. É necessário fazer a apresentação dele para que a prestação do serviço seja feita.
Voo Charter – É quando uma operadora compra todos os lugares de um avião e depois as revende. Fretamento.
Voo Regular – Vôos operados regularmente pelas Cia aéreas.