Tudo sobre bagagem

Bagagem

Há limite de peso da bagagem de mão?

Sim. Deve pesar até 5 quilos e não pode ultrapassar 115 centímetros (soma da altura, da largura e do comprimento).

O que posso levar na bagagem de mão?

Passageiros com destino ao exterior partindo de aeroportos brasileiros poderão levar apenas líquidos como gel e aerossol, transportados em frascos de até 100 mililitros. Medicamentos líquidos ambém estão liberados com apresentação da prescrição médica. Bebidas e perfumes lacrados adquiridos nos free-shops estão autorizados.

O que não posso levar?

Para vôos domésticos o Departamento de Aviação Civil recomenda evitar na bagagem de mão: tesoura, alicate de unha, canivete e artigos "perigosos para o transporte aéreo", como armas, munições, líquidos inflamáveis, substâncias venenosas, materiais radioativos ou corrosivos.

O que não devo esquecer?

A mala de mão perfeita deve incluir nécessaire com os produtos que você mais usa: remédios, muda de roupa para o caso de sua mala ser extraviada, e leitura de bordo. Também deve ser reservada à bagagem de mão: jóias, documentos e ações, notebook, agenda eletrônica, máquina fotográfica, filmadora, Discman ou MP3 player e telefone celular (sempre desligado).

Alimentos especiais para bebês ou dietas são permitidos?

Sim, desde que na quantidade necessária. Todos os frascos devem ser acondicionados em embalagem transparente, vedada, com capacidade máxima de um litro e dimensões de 20 x 20 centímetros. Cada passageiro poderá transportar somente uma embalagem. Quantidades maiores que o permitido deverão ser despachadas na mala.

Por que foram impostas essas restrições?

Segundo a Anac, as novas regras seguem determinação da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI) como medida de proteção contra o transporte de líquidos explosivos. Valem para trechos domésticos dos vôos internacionais e para os passageiros que apenas utilizarem as salas de embarque destinadas aos vôos ao exterior.

Qual é o limite de peso para as malas que serão despachadas?

Existem duas formas de franquia de bagagem por peso e por peça. Dependendo do destino, a cia aérea pode usar um ou outro. No caso do peso, as aéreas determinam o limite de quilos permitidos para serem despachados sem custo. Algumas companhias limitam o número de peças que podem ser transportadas, outras não. O excesso de bagagem geralmente é cobrado por quilo extra. Nos dois casos, geralmente, há um limite máximo de peso (pagando ou não excesso de bagagem). Em vôos nacionais o peso máximo é de 23 quilos. A Gol, por exemplo, estabelece esse limite para vôos domésticos. Crianças até 2 anos não têm direito a bagagem e as de idade entre 2 e 12 anos podem levar até duas malas com peso total somado de 11,5 kg. Na Varig, quem embarca na executiva pode levar até 30 kg, na econômica o limite para vôos domésticos é de 23 kg e internacionais, de 20kg. Crianças de colo e que não ocupam poltrona podem levar até 10 kg de bagagem. Em viagens aos Estados Unidos e África do Sul são permitidos dois volumes de até 32 quilos cada, com no máximo 158 centímetros de dimensão (a soma da altura, largura e comprimento). A política varia de acordo com a companhia e destino. Por isso, convém verificar o site e a política de cada uma delas antes de embarcar.

Quanto pago pelo excesso de bagagem?

Nos vôos internacionais é cobrado 1% do valor sem desconto do bilhete por quilo excedente. No Brasil, as empresas aéreas cobram 0,5% da tarifa normal por cada quilo a mais. Nos aviões com até 20 assentos, é cobrado 2% sobre o valor do bilhete por quilo excedente.

O que fazer se a bagagem for extraviada?

Comunique à empresa aérea e preencha o Registro de Irregularidade de Bagagem - RIB no aeroporto. O reembolso em vôos internacionais é de US$ 20 (R$ 43) por quilo de bagagem perdida. Nos vôos nacionais o valor é variável de acordo com a companhia aérea.




Sempre a menor possível. Não exagere na bagagem. Leve somente o essencial. Pouca bagagem é mais leve e mais fácil de controlar. 

*Para viagem nacional
-Leve roupas adequadas a estação.

*Para viagem internacional
-No exterior as pessoas se vestem de maneira simples. Você não precisa  usar cada dia uma roupa. Leve roupas informais, mas caso haja algum imprevisto tenha sempre uma peça de gala.
-Nos EUA e Europa a estação é contrária à do Brasil.

-Se você precisar declarar algum equipamento eletrônico, na saída do Brasil dirija-se à Receita Federal do aeroporto, levando o aparelho.

Na bagagem de mão leve sempre uma peça de roupa, caso sua bagagem seja extraviada você estará prevenido.

Além disso tenha dois nécessaire - um para medicamentos, outro para artigos higiênicos. No nécessaire de medicamentos, leve produtos para primeiros socorros, analgésicos, antiácidos, antiinflamatórios, medicamentos contra enjôo e para desarranjos intestinais, colírio e seu antigripal preferido. Lembre-se que é complicado comprar remédio no exterior sem receita médica. Transporte os medicamentos em suas embalagens originais.

Identifique a sua bagagem com nome , endereço e telefone;

ponha as etiquetas em lugares visíveis e também uma dentro da mala.