Nacionais - Natal

O que fazer - geral

A Cidade do Sol

Com localização privilegiada, na esquina da América do Sul, Natal conquistou o mundo todo com suas belezas. E não é para menos! A capital potiguar possui praias com características diferentes, atrações como igrejas, construções históricas e outros pontos bastante curiosos, como a Lagoa da Coca-Cola, o Cajueiro do Pirangi, o maior do mundo, e o Baobá do Poeta. Natal tem os títulos de cidade mais segura do país e o segundo local com o ar mais puro do planeta

*Estado: Rio Grande do Norte

*Idioma: Português

*Clima: Tropical

*Temperatura: 28°C

*Moeda: Real

*DDD: 84

Distâncias:

*Salvador – 1126 km

*Porto Alegre – 4066 km

*São Paulo – 2947 km

*Belo Horizonte – 2348 km

 

DSC00132 img_3938 Natal_(Rio_Grande_do_Norte)_00309 NATAL-PontaNegra ponta-negra-natal-1

Dicas

O destino

A cidade que nasceu no Natal

A cidade foi descoberta em 25 de dezembro de 1597 pela esquadra de Manoel de Mascarenhas Homem, que tinha a intenção de tomar as terras, que eram habitadas por corsários franceses e índios, em nome de Portugal. Mas a fundação de Natal só se deu dois anos depois, quando Jerônimo de Albuquerque batizou o município como Cidade de Santiago. O nome atual só surgiu depois e foi escolhido pela coincidência entre a descoberta e sua fundação, no dia de Natal.

O local voltou a ser ocupado pelos holandeses de 1633 a 1654, quando seu nome mudou para Nova Amsterdã. A cidade só voltou a ter o nome Natal depois que as tropas portuguesas chegaram e, junto aos brasileiros e índios que já habitavam o local, expulsaram os invasores e devolveram o domínio da região a Portugal.

Cultura potiguar

O principal destaque cultural de Natal é o folclore. As manifestações folclóricas acontecem em festas religiosas com personagens, danças e encenações. Um dos atos de maior destaque é o Bois de Reis, uma dramatização da morte e ressurgimento do boi, misturando dança e teatro.

Entre as danças estão a Araruana, Capelinha-de-Melão e o Coco-de-Roda, quando os participantes dançam de mãos dadas com o ritmo do coco. Há também os personagens folclóricos como os cangaceiros, índios e bonecos típicos de Natal. O evento em que é possível ver várias manifestações da cultura potiguar é no aniversário da cidade, o “Natal em Natal”, quando acontecem festivais de cultura e apresentações folclóricas de diversos tipos.

Atrações

Natal é a Cidade do Sol. Aproveite para curtir as belas praias!

Natal tem um litoral realmente único, com praias urbanas, mirantes e onde é possível praticar a pesca oceânica a apenas 11 km da costa. Este paraíso é responsável por boa parte da economia da cidade, principalmente pelo turismo, já que milhares de pessoas mundo afora vão visitar as encantadoras praias de Natal.

PRAIA DO FORTE

Com piscinas naturais propícias para banho, a praia também tem outros atrativos: a Fortaleza dos Reis Magos e um pequeno vilarejo construído pelos portugueses, cenário de muitas batalhas.

PRAIA DOS ARTISTAS

A 5 minutos do centro de Natal está a praia, que é uma das mais badaladas da cidade. O local é bastante frequentado principalmente pelos jovens, inclusive à noite, quando o agito é garantido pelos inúmeros bares, restaurantes e boates na região.

PRAIA DO MEIO

Próximo a Praia dos Artistas, esta é mais uma praia urbana, mas ganha destaque pelas barracas e centros de artesanato espalhados pela orla.

PONTA NEGRA

É conhecida pelo fato do Morro do Careca estar localizado lá. Conta com boa infraestrutura de hotéis, pousadas e restaurantes. Sua continuação é a Via Costeira, formada por duas baías. Durante a época de maré seca, as pedras formam piscinas rasas.

AREIA PRETA

Uma das praias que mais se valorizaram em Natal com a construção de condomínios de luxo ao seu redor. É bastante frequentava por surfistas.

 

Natal também é fé, aprendizado e cultura

Natal, assim como a maioria das capitais nordestina, possui muita influência cultural dos índios, negros e europeus, que foram marcantes durante a colonização do Brasil e no período das construções das cidades, como no caso da capital potiguar. Toda essa rica história está presente na arquitetura e também nos museus locais. Portanto, reserve um tempo em sua viagem para conhecer a fundo um pouco mais sobre a fascinante Natal.

TEATRO ALBERTO MARANHÃO

Chamado de Carlos Gomes até 1910, é a principal casa de espetáculos do estado. Construído em estilo francês, possui portões e grades vindas da França. Endereço: Praça Augusto Severo, S/N.

CAPITANIA DAS ARTES

O antigo prédio da Capitania dos Portos hoje abriga diversas lojas de artesanato. O estilo neoclássico da fachada cria um contraste com a modernidade de seu interior. Endereço: Rua Câmara Cascudo, 434.

SOLAR JOÃO GALVÃO DE MEDEIROS

Importante construção de Natal possui o nome de um de seus donos. O local passou por uma restauração entre 1995 e 2002, ano em que foi inaugurado o Núcleo Manoel Rodrigues de Melo, com acervo de cerca de cinco mil livros e periódicos. Endereço: Rua Câmara Cascudo, 431.

CÂMARA CASCUDO

Preserva o patrimônio potiguar artístico e cultural com fotografias, peças e instrumentos utilizados nas manifestações folclóricas, além de peças da Literatura de Cordel e do Projeto Chico Traíra. Endereço: Avenida Hermes Fonseca, 1398.

IGREJA MATRIZ

Também chamada de Igreja Nossa Senhora da Apresentação, foi o primeiro templo construído em Natal, onde foi realizada a primeira missa na cidade, em 1599. Antigamente, antes da capital potiguar possuir um cemitério, os mortos eram enterrados no interior ou nos arredores da igreja. Endereço: Praça André de Albuquerque.

COLUNA CAPITOLINA

Foi um presente de Benito Mussolini à cidade, em memória da travessia realizada pelos aviadores italianos, de Roma à Praia dos Touros. Endereço: Praça Carlos Gomes.

Gastronomia

Muitas delícias no cardápio de Natal

A localização privilegiada de Natal permite que a culinária utilize tanto os produtos da terra quanto do mar. Entre as iguarias mais famosas estão o camarão, a lagosta, o peixe e o caranguejo. Receitas criativas preparam a carne-de-sol com feijão verde, a galinha caipira ou à cabidela, a macaxeira, a paçoca e a manteiga do sertão. As frutas regionais, os doces, queijos, cocadas e bolos caseiros são sobremesas deliciosas. Alguns dos ingredientes essenciais nas receitas potiguares são a farinha de trigo e o leite de coco – um dos mais utilizados no preparo de alimentos nas regiões Norte e Nordeste do país.

Onde comer em Natal

TÁBUA DE CARNE

Este restaurante rodízio é especializado em carnes e é considerado um dos melhores de Natal. Além de bons pratos, proporciona uma vista panorâmica para o mar de Areia Preta. Endereço: Av. Eng. Roberto Freire, 3241.

MANGAI

O cardápio é tipicamente brasileiro, sendo que a maioria dos pratos é da culinária nordestina. O ambiente também reforça essa ideia regionalista, com garçons vestidos como cangaceiros. Endereço: Av. Amintas Barros, 3300.

CASSOL

Um restaurante para lá de variado. É possível encontrar pratos de diversas culinárias, como japonesa, brasileira e italiana, por exemplo. Endereço: Rua Açu, 663.

CIPÓ BRASIL

Esta pizzaria é uma das mais procuradas de Natal, não só pelas pizzas, mas pelo ambiente bem potiguar, com chão de areia e o telhado de palha dando a impressão de estarem à beira da praia. Endereço: Rua Aristides Porpino Filho, 3111.

FAMIGLIA TRÊS MAGOS

Uma das mais tradicionais casas especializadas em culinária italiana de Natal. Endereço: Av. Engenheiro Roberto Freire, 1482.

Compras

O criativo artesanato potiguar

Na hora das compras, o turista encontra peças do artesanato potiguar, que vão desde roupas até objetos de decoração. Os materiais e técnicas de confecção são os mais diversos, como bordado, cerâmica, madeira, palha, rendas, entre outros. Um dos souvenirs mais encontrados e também símbolo do artesanato do Rio Grande do Norte é a garrafinha de areia. A areia utilizada para fazê-la é recolhida das dunas coloridas de Tibau, criando uma combinação de mais de 25 tonalidades diferentes. Do cipó são produzidas cestas, cadeiras e abajures. Da palha de Carnaúba, planta típica do Nordeste, também são feitos chapéus, bolsas e tapetes.

Outros produtos encontrados com facilidade nas lojas de artesanato da cidade são os produzidos de cerâmica, com peças de formas e tamanhos variados, como panelas, bules e figuras humanas. Já as imagens de santos são elaboradas com madeira, além de personagens da história e do folclore, além de produtos utilitários e figuras de animais. As peças de vestuário ganham formas com as rendas, um trabalho que exige técnica e precisão das artesãs, e com os bordados, cuja técnica permite criar aproximadamente 35 itens diferentes entre lençois, colchas, entre outros artigos de cama, mesa e banho.

Onde comprar

SHOPPING DO ARTESANATO POTIGUAR

Funcionando no lugar do antigo hotel Marina Praia Sul, este shopping disponibiliza mais de 200 lojas com opções variadas de artesanatos típicos do Rio Grande do Norte, além de uma praça de alimentação. Endereço: Av. Eng. Roberto Freire, 8000.

COOPERN VILLART PONTA NEGRA

Outra boa opção para fazer compras em Natal. Possui 53 lojas especializadas em artesanato, uma praça de alimentação e varanda de frente para o mar. Endereço: Av. Eng. Roberto Freire, 2107.

FEIRA PERMANENTE DA COART (COOPERATIVA DO ARTESANATO)

Localizada na Av. Eng. Roberto Freire, em Ponta Negra, a feira contém 32 quiosques e é realizada ao ar livre.

CENTRO DE TURISMO

Antiga Casa de Detenção da cidade, o local abriga uma das mais procuradas feiras de artesanatos de Natal. Aproveite para visitar a galeria de arte que fica no Centro de Turismo, que expõe a cultura do estado. Endereço: Rua Aderbal de Figueiredo, 980.

NATAL SHOPPING

Um dos principais shoppings da cidade, é uma boa escolha para quem procura diversos

Curiosidades

AR PURÍSSIMO

Além de ter inúmeras atrações e belezas, Natal também é considerada uma das cidades mais saudáveis do planeta. De acordo com a Agência Espacial Norte-Americana, a Nasa, Natal tem o segundo ar mais puro do planeta, ficando atrás apenas da Antártida.

A BEBIDA QUE VEIO PELA GUERRA

Os cidadãos de Natal foram os primeiros na América do Sul a sentir o gosto de uma das bebidas mais famosas do mundo, a Coca-Cola. A novidade aconteceu em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, quando o então presidente da empresa garantiu aos soldados norte-americanos que poderiam tomar o refrigerante gelado pelo valor de US$ 0,05, não importando o lugar em que estivessem. A chegada da companhia aconteceu em Recife e Natal, que por sua localização estratégica, era parada de abastecimento para os aviões que seguiam para a África e Europa. Na mesma época, também foi instalada uma pequena fábrica da Coca-Cola na capital potiguar.

OS COMEDORES DE CAMARÃO

Os nascidos no Rio Grande do Norte podem ser chamados de norte-rio-grandense, rio-grandense-do-norte ou, como é mais conhecido, potiguar. Esse último era o nome dos nativos que habitavam as regiões onde hoje estão Rio Grande do Norte e Paraíba. Em tupi-guarani, potiguar significa “comedor de camarão”, por isso alguns descendentes dos potiguares adotaram Camarão como sobrenome.

CIDADE IMORTALIZADA

O escritor e piloto Saint-Exupéry foi aviador na Segunda Guerra. Passando pela cidade, se admirou com duas belezas natalenses: o pôr-do-sol, citado no livro “Atlântico Sul”, e o baobá, uma árvore de origem africana que aparece na obra mais famosa do francês, “O Pequeno Príncipe”.

Unfortunately there are no hotels at this location at the moment.

Unfortunately there are no self-catering offers at this location at the moment.

Unfortunately there are no tour offers at this location at the moment.