Internacionais - China

O que fazer - geral

Cinco mil anos de civilização, paisagens sensacionais, cidades bombando como a economia

De acordo com a Organização Mundial de Turismo, a China deve se tornar o país mais visitado do mundo até 2020. Não é para menos: com área de quase 10 milhões de quilômetros quadrados (sem contar os 5 milhões de quilômetros quadrados de água), o país é imbatível em variedade de atrações. Berço do confucionismo, do taoísmo e de vertentes do budismo, tem patrimônio cultural inestimável acumulado ao longo de 5 mil anos de civilização. Vide os guerreiros de terracota, em Xian, a Grande Muralha e a Cidade Proibida, em Pequim. Quarta economia do planeta, reúne metrópoles com infinitas possibilidades de programa: da vida noturna e dos sofisticados restaurantes de Xangai aos cassinos de Macau e às compras de Hong Kong. E, cercada pela Mongólia ao norte, pelo Himalaia a oeste e pelo Mar da China a leste, descortina paisagens tão diversas quanto as montanhas de Guilin e o Deserto de Gobi.

O país vive todas as contradições do chamado socialismo de mercado, sistema que combina rápida liberalização econômica com regime político fechado muito criticado por praticar a censura e a violação dos direitos humanos. De Pequim, o Partido Comunista governa 22 províncias, cinco regiões autônomas e cerca de 5 mil ilhas que compõem a nação mais populosa do planeta e a terceira maior em extensão territorial, um colosso que, em grande parte, só foi aberto ao turismo recentemente. Por isso, um aviso: a menos que você tenha um ano sabático inteiro, uma viagem só não basta para conhecer tudo o que interessa. Quer um consolo? A China tem muita novidade pela frente, então não faltarão motivos para voltar.

*DDI: 86

*Língua oficial: mandarim

*Moeda: existem duas moedas principais: o yuan (¥), na porção continental, e o dólar de Hong Kong (HK$), em Hong Kong e Macau, onde yuans não são aceitos. Macau também tem moeda própria, a pataca, mas o dólar de Hong Kong é mais comumente aceito por lá

*Visto: é necessário (veja em www.embchina.org.br), assim como apresentar atestado de vacina contra febre amarela., exceto para quem vai apenas para Hong Kong e Macau (com permanência de até 90 dias)

*Informações turísticas: www.cnta.gov.cn/lyen

*Embaixada do Brasil em Pequim: Guanghua Lu, 27, 86/10/6532-2881 e 6532-3883, brazil.org.cn

*Hora local: + 11 h

*Melhor época: no outono ou na primavera, de preferência em maio ou outubro – é alta temporada mas o país nunca fica realmente caro

*Chamadas a cobrar: 108 550 (Embratel)

8a2ae60b98d8da63d1 China Great_Wall_of_China_July_2006 Liverpool_China_Town_Chinese_Arch Night-lights-of-the-city-Hong-Kong-China-wallpapers-by-toptravellists.net_

Unfortunately there are no hotels at this location at the moment.

Unfortunately there are no self-catering offers at this location at the moment.

Unfortunately there are no tour offers at this location at the moment.